Tudo revelado sobre o passado de Obi-Wan antes da Ameaça Fantasma

Guerra das Estrelas revelou muito sobre a história de fundo de Obi-Wan Kenobi antes da trilogia prequel. Obi-Wan Kenobi foi considerado um dos maiores Jedi da era prequela – um herói das Guerras Clônicas, um duelista habilidoso e um membro respeitado do Conselho Jedi. Ele foi um dos poucos Mestres Jedi a sobreviver à Ordem 66, e – como visto no Obi wan Kenobi Programa de TV Disney + – ele até derrotou Darth Vader em batalha durante os Tempos Sombrios.

Obi-Wan não era perfeito, é claro; Guerra das Estrelas tie-ins confirmaram que ele compartilhava a maior fraqueza de Anakin Skywalker, sua profunda necessidade de apego. O romance de Mike Chen fraternidade revelou que Obi-Wan sabia sobre o relacionamento de Anakin e Padmé o tempo todo, mas optou por permanecer em silêncio, esperando que seu amigo pudesse encontrar a paz e a felicidade que lhe foram negadas. Isso provou ser um erro cataclísmico, já que o apego possessivo de Anakin a Padmé acabou criando uma barreira entre o Escolhido e o lado da luz da Força. Por melhor que tenha sido, Obi-Wan não pode se considerar inocente na queda dos Jedi – nem o fez.

A história de Obi-Wan é uma das mais convincentes Guerra das Estrelas. Os tie-ins gradualmente revelaram muito sobre sua história de fundo, mostrando um Jedi falho que cresceu para encontrar a paz – mas nunca superou suas maiores fraquezas. Aqui está tudo o que se sabe sobre o passado de Obi-Wan até hoje.

De acordo com a Lucasfilm Geekcionário de Guerra nas Estrelas, Obi-Wan nasceu no planeta Stewjon 57 anos antes da Batalha de Yavin (o nome “Stewjon” foi criado pelo próprio George Lucas durante uma entrevista conduzida por Jon Stewart). Obi-Wan se lembra de ter um irmão, e ocasionalmente tem flashes de memória apontando para sua mãe – mas não há nada sólido, pois ele foi tirado de sua família em tenra idade. Os Jedi descobriram Obi-Wan antes mesmo que ele tivesse seis meses de idade, e ele foi levado ao Templo Jedi em Coruscant para ser treinado.

Jedi Younglings são divididos em “clãs,” unidades familiares substitutas para ajudá-los a crescer e se desenvolver. Obi-Wan fazia parte do Kybuck Clan, e começou a treinar nos caminhos da Força quando tinha apenas três anos de idade. No romance de Kiersten White Padawan, Obi-Wan lembrou-se de um jogo conduzido por Jedi Younglings no Templo chamado esconde-esconde. “Eles se espalhariam por todo o clã e aposentos de treinamento, e um jovem teria que tentar sentir onde todos eles estavam – com os olhos vendados. Eles pensaram que era apenas um jogo, mas na realidade era um treinamento cuidadoso e crucial.“Obi-Wan permaneceu amigo íntimo de alguns de seus companheiros Younglings mesmo depois de se tornar um Padawan.

leitura  Por que está na lista: Capítulo 1 é o filme de maior bilheteria de Stephen King (até agora)

da Marvel Obi-Wan # 1, de Christopher Cantwell e Ario Anindito, sugere que Obi-Wan pode ter involuntariamente cruzado com os Sith quando ele era apenas um Youngling. Sua melhor amiga, Gehren, começou a ter sonhos de sua família biológica em necessidade desesperada – sonhos que têm um paralelo perturbador com aqueles que Anakin Skywalker experimentaria anos depois. Houve indícios de que os Sith monitoraram o Templo Jedi, usando o lado negro para seduzir Jedi vulneráveis ​​usando sonhos e visões. Gehren desapareceu na noite de Coruscant, e Obi-Wan nunca mais a viu.

De acordo com Claudia Gray Mestre e Aprendiz, Obi-Wan era uma criança difícil – alguém que, em contraste marcante com seu eu futuro, se deliciava em ultrapassar os limites. Nenhum Jedi queria tomá-lo como um Padawan, mas depois de pensar bastante, Yoda pediu a Qui-Gon para fazê-lo. Foi uma estratégia inteligente da parte de Yoda, porque ele sabia que Qui-Gon estava inquieto depois que seu próprio mestre, Dookan, deixou os Jedi. Ao mesmo tempo, ele acreditava que os métodos de ensino pouco ortodoxos de Qui-Gon seriam um benefício real para Obi-Wan.

A relação entre Obi-Wan e Qui-Gon teve um começo difícil, com os dois lutando para se conectar. A meditação veio facilmente para Qui-Gon, mas não para Obi-Wan, que se sentia cada vez mais um fracasso como Padawan. Kiersten White’s Padawan revelou que Obi-Wan até fez uma missão improvisada ao planeta Lenahra sem Qui-Gon, e considerou deixar os Jedi. Ironicamente, o livro deixa claro que foi a necessidade de apego de Obi-Wan que o trouxe de volta, pois os Jedi eram a única família que ele realmente conhecia.

Muitos dos companheiros Padawans de Obi-Wan haviam experimentado a intimidade física, mas Obi-Wan – reservado e socialmente desajeitado – não o fez. Sua viagem a Lenahra o levou a se concentrar nisso pela primeira vez, e ele começou a perceber que o Código Jedi havia lhe custado muitos dos relacionamentos que outros consideravam garantidos. É provável que, pouco depois, Obi-Wan e seu mestre tenham sido enviados a Mandalore em uma missão para proteger a Duquesa Satine durante uma guerra civil. Os dois Jedi permaneceram em Mandalore por um ano, e Obi-Wan se apaixonou por Satine. Ele teria deixado o Jedi se ela tivesse pedido – mas ela não o fez.

leitura  Grey's Anatomy: Todos os protagonistas mortos (e por quê)

Qui-Gon Jinn parece ter sentido que a Força estava desequilibrada, e ele se viu atraído pelas antigas profecias Jedi em torno da vinda do Escolhido. Obi-Wan não compartilhava o interesse de seu mestre por essas profecias, mas até ele começou a perceber que algo estava errado quando os dois foram em missão para Pijal. As circunstâncias ali correspondiam a alguns dos eventos descritos nas profecias.

Yoda acreditava que as antigas profecias Jedi eram perigosas. Ele acreditava que os Jedi deveriam viver no momento presente, e o futuro só deveria ser revelado conforme a Força desejasse; estudar as profecias era tentar controlar o futuro e, portanto, o lado sombrio. Qui-Gon discordou e, como resultado, ele e Obi-Wan estavam entre os poucos Jedi que estavam familiarizados com eles. Não é coincidência que a vontade da Força atraiu esses dois Jedi para o planeta Tatooine no início do Guerra das Estrelas trilogia prequela. Nenhum outro Jedi teria conhecido as profecias o suficiente para acreditar em Shmi Skywalker quando ela alegou que seu filho havia sido concebido pela Força, pois ninguém mais conhecia os sinais bem o suficiente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

aleatório

Hipoteca também é conhecida como "empréstimo garantido por casa" ou "refinanciamento de propriedade". É um tipo de empréstimo em que o devedor coloca um imóvel como garantia para garantir o pagamento da dívida.