Game of Thrones: Personagens que traíram House Stark (classificados menos chocantes)

No próximo e muito aguardado casa do dragão série, é provável que haja intrigas e traições em grande quantidade à medida que a prequela segue em Guerra dos Tronos’ passos em sua exploração de Westeros, especificamente Casa Targaryen. Os Targaryen não são estranhos à traição, mas talvez traíram mais do que eles em Guerra dos Tronos é a Casa Stark, que se vê como vítima uma e outra vez.

Seja por meio de problemas em membros individuais da família ou se indivíduos e grupos traírem a casa inteira, a Casa Stark é vítima de algumas das traições mais chocantes de Game of Thrones, bem como de algumas que eram indiscutivelmente bastante previsíveis.

VÍDEO DE RELACIONAMENTO DO DIA

9 Petyr Baelish (quando ele aparentemente enviou um assassino para matar Bran)

Assassino vem matar Bran em Game of Thrones

Não foi explicitamente confirmado que Petyr Baelish enviou o assassino de gatos para matar Bran Stark na primeira temporada do programa. Mas, durante seu julgamento nas mãos de Sansa na 7ª temporada (que veio antes de sua morte imensamente satisfatória), deduziu-se que ele possuía a adaga e a enviou para tentar matar o jovem Stark. Esta é uma traição mais significativa da falecida Catelyn, que o considerava um amigo.

Isso deixa os espectadores aceitarem a implicação de que ele foi quem enviou o assassino, marcando mais uma de suas traições à Casa Stark e talvez a mais previsível. Depois de sete temporadas de seu jeito de doninha, os fãs sendo informados de que ele era o dono da adaga – e deixando para a interpretação dos fãs que ele enviou o assassino – não foi surpresa.

8 Petyr Baelish (quando ele penhorou Sansa)

Ramsay promete a Mindinho que não vai machucar Sansa em Game Of Thrones

Se isso é ou não uma traição está em debate, pois Mindinho, apesar de sua paixão doentia por Sansa, nunca esteve do lado dela; ele cuida de Mindinho e Mindinho sozinho, e manipulou Sansa ao invés de traí-la. Além disso, é difícil dizer se Mindinho sabia que Ramsay era um monstro hediondo quando a casou com ele.

No entanto, em um nível individual, se é de se acreditar que Mindinho conhecia as tendências de Ramsay, ele a traiu. O fato de ele ter feito isso também não foi chocante. A essa altura do show, ele provou ser um escória viscoso uma e outra vez, cuidando de si mesmo, então trair um Stark mais uma vez nunca seria um choque. Sansa confiar nele mesmo um pouquinho estava longe de ser sua melhor decisão, mas isso é uma prova de quão bem Mindinho jogou o jogo.

7 Rickard Karstark

Robb executa Rickard Karstark em Game of Thrones

A ‘traição’ de Rickard Karstark à Casa Stark, em particular o Rei do Norte Robb Stark, foi semelhante à de Catelyn, pois é uma traição mais oficial, desafiando as ordens e dando as costas à autoridade de seu Rei, um Stark.

leitura  Heat 2: 10 outros filmes policiais dos anos 90 que precisam de sequências

Karstark tinha cada vez mais perdido a fé em Robb graças à morte de seu filho Torrhen nas mãos de Jaime Lannister, com as coisas chegando a um ponto de ebulição quando Catelyn liberta Jaime e, mais tarde, Karstark decide matar dois meninos Lannister que eram crianças inocentes. Por essa traição, juntamente com insultos a Robb, Karstark é executado. Esse resultado não foi nada chocante, dado o quanto a fé de Karstark em Robb se deteriora ao longo das temporadas 2 e 3.

6 Lysa Arryn (com Petyr Baelish)

Lysa e Robin Arryn em Game of Thrones

Novamente, esta é uma definição muito vaga de traição, já que Mindinho estava atrás de si mesmo para causar caos no reino e subir essa escada. No entanto, sua manipulação de Lysa Arryn levou à Guerra dos Cinco Reis e muita dor para a Casa Stark.

Baelish manipulou Lysa para assassinar seu marido e culpar os Lannisters, levando a uma investigação de Ned, a nova Mão do Rei, que acabou levando ao seu assassinato e à Guerra dos Cinco Reis. Essas mentiras e esse esquema perpetuado por Arryn e Baelish prejudicaram a Casa Stark – a casa da irmã de Lysa, Catelyn, no entanto – mais do que qualquer outra pessoa.

5 Catelyn Stark

Catelyn Stark pode muito bem ser a matriarca da Casa Stark nas primeiras temporadas da série, mas isso não a impede de traí-los, não massivamente, não como se ela tivesse dado as costas para eles, mas sim de uma forma mais oficial, maneira traiçoeira.

Temendo que alguém matasse Jaime e que ela nunca mais veria suas filhas, Catelyn libertou Jaime do cativeiro de Robb e suas forças. Esta não é uma traição no típico Guerra dos Tronos sentido, mas é uma traição de Robb e, portanto, a autoridade do Rei do Norte. Catelyn fazer qualquer coisa para proteger seus filhos – não importa quão estúpida seja a decisão – não é surpreendente, e isso não é diferente.

4 Theon Greyjoy

Mesmo antes de trair a Casa Stark em favor de sua própria Casa, Theon não era o cara mais simpático de todos os tempos. Esse lado dele acabou sendo extremamente importante em sua história de redenção, que é um dos arcos de personagens mais bem feitos da série.

Ainda assim, não é até que ele chegue às Ilhas de Ferro que a perspectiva de ele virar completamente as costas para os Starks parece viável. Ele tem um ótimo relacionamento com Robb até este ponto, afinal. No entanto, vendo suas inseguranças e problemas profundamente enraizados se infiltram enquanto ele enfrenta seu pai telegrafa sua tomada de Winterfell (temporariamente) e a traição da família que o criou.

leitura  Seinfeld: pule 10 episódios para economizar tempo

3 Petyr Baelish (Quando ele traiu Ned)

Petyr Baelish Mindinho e Ned Stark em Game of Thrones

Mesmo caminho de volta na temporada 1 de Guerra dos Tronos, os fãs sabiam que Petyr ‘Littlefingr’ Baelish não era confiável. Infelizmente, porém, Ned tomou essa terrível decisão, apesar de até Mindinho lhe dizer para não fazê-lo.

Baelish projetou tudo o que fez envolvendo Ned na primeira temporada para conquistar a confiança do patriarca Stark, sabendo muito bem que ele o trairia no final. Um fator de choque foi, sem dúvida, envolvido na traição de Baelish à Casa Stark, graças aos excelentes artistas e escrita incrível, mas talvez não tanto quanto as traições mais fatais.

2 Joffrey Baratheon

Ned Stark é executado por Ilyn Payne enquanto a família Lannister assiste em Game Of Thrones

A traição de Ned Stark por Petyr Baelish teve um efeito indireto no que diz respeito às traições, com Ned – e todos os outros – enganados por Joffrey, que escolheria executar Ned como um sinal de sua força como rei.

Em 2011, essa morte chocou o mundo. O programa havia matado o personagem que havia estabelecido como protagonista central, dando o tom para os horrores e as expectativas subvertidas que se seguiriam por anos. Joffrey não estava exatamente do lado da Casa Stark, mas ele traiu Ned e Sansa especificamente neste momento, pois havia dito a eles que Ned seria misericordioso e enviado para a parede.

1 Casa Frey e Casa Bolton

Roose Bolton esfaqueia Robb no casamento vermelho

Pode não haver nenhum episódio de televisão por aí que tenha o elemento universal de cair o queixo que ‘As Chuvas de Castamere’ tem, graças à sua representação do Casamento Vermelho, onde as Casas Bolton e Frey traem Robb Stark e suas forças.

Roose planejou sua traição por muito tempo, fingindo lealdade a Robb, e Walder Frey fez isso por pura vingança. As más decisões da Casa Stark podem tê-los levado a este ponto, mas isso não torna a traição menos angustiante ou surpreendente; ninguém vê isso chegando quando eles assistem pela primeira vez.

Hipoteca também é conhecida como "empréstimo garantido por casa" ou "refinanciamento de propriedade". É um tipo de empréstimo em que o devedor coloca um imóvel como garantia para garantir o pagamento da dívida.