Ocarina of Time não se importa se você perder seu melhor momento

Um dos momentos mais memoráveis ​​da o Legend of Zelda: Ocarina of Time faz parte de uma linha de missões totalmente opcional e não é tão necessária para a conclusão do jogo quanto os jogadores podem pensar. Na verdade, a maioria dos jogadores pode achar ilógico que o jogo torne essa missão opcional, pois apresenta personagens recorrentes importantes no Zelda universo e um companheiro que torna a travessia da paisagem do jogo muito mais tolerável. Parece que Ocarina of Time não acha que a missão de Epona é uma parte necessária da aventura do jogador e que a introdução deste amado companheiro de cavalo é melhor deixar uma descoberta opcional.

A Lenda de Zelda: Ocarina of Time é o primeiro jogo da franquia a ter gráficos 3D, permitindo aos jogadores a capacidade de travessia em mundo aberto, o que foi revolucionário para a época e colocou Ocarina no hall da fama dos videogames. Lançado no Nintendo 64 em 1998, Ocarina of TimeA história de s segue Link através do Reino de Hyrule, entrando em masmorras e restaurando a Triforce para impedir Ganondorf de conquistar o mundo. Com Ocarina em mãos, os jogadores usarão músicas aprendidas ao longo do caminho para limpar masmorras invadidas pelos monstros de Ganondorf e ajudar a restaurar as casas de vários habitantes diferentes de Hyrule Kingdom. Com este título sendo considerado um dos melhores jogos da franquia por muitos fãs, e sendo bem conhecido por sua introdução de Epona, parece bizarro imaginar jogar o jogo sem ela.

Uma das principais razões pelas quais a Epona se originou em Ocarina of Time é para que os jogadores possam viajar de um local para outro com facilidade, já que construir o jogo tridimensionalmente adicionou muita distância extra entre as áreas. Com uma clara necessidade de transporte e a implementação de uma solução para essa necessidade, é estranho que o resgate de Epona seja configurado como uma missão opcional. Não é apenas a capacidade de obter Epona deixada à escolha dos jogadores, mas os passos para obter o companheiro de cavalo parecem complicados. Se os jogadores optarem por não explorar Hyrule Field após o primeiro encontro com Zelda, Epona pode não ser alcançável mais tarde e o público terá perdido um dos momentos mais memoráveis ​​de Ocarina of Time.

A missão de Epona começa assim que você acorda Talon, um Ocarina of Time NPC que se assemelha a Mario, pois isso fará com que Malon, sua filha, retorne ao Lon Lon Ranch. Os jogadores devem visitar o rancho como Link jovem e Link adulto para garantir Epona. Malon dará a música do jovem Link Epona e Link adulto precisará vencer Ingo, o subordinado de Ganon que assume o rancho, em uma corrida. Mesmo quando os jogadores derrotarem Ingo, eles ficarão presos dentro do rancho e, sem outra saída, precisarão acelerar até a parede dos fundos da fazenda e acionar a cena de Link pulando nas costas de Epona. Esta cena é uma vitória direta contra a ascensão de Ganon, já que Ingo é um capanga do bruxo malvado, e Epona deveria ser dada a Ganondorf.

leitura  Elden Ring: Por que o status de dedo protético de Melina é tão importante

Enquanto A lenda de Zelda tem muitos personagens notáveis, como Shiek, que deve reaparecer em BOTW 2, Epona fica perto do topo como uma das melhores companheiras de toda a franquia. Embora os desenvolvedores do jogo não pudessem prever a popularidade do cavalo, ainda existem razões válidas para que essa linha de missões tenha se tornado uma parte mais permanente da história. Os jogadores que pularem esta missão sentirão falta de Malon, um personagem recorrente no Zelda Franquia, e não garantir Epona, tornará a viagem no jogo, especialmente por Hyrule Field, muito mais exigente. Com tudo isso em mente, e levando em conta o incrível momento de resgatar o cavalo baio prateado, o Legend of Zelda: Ocarina of Time parece que não se importa se os jogadores perdem a linha de missões de Epona.

leitura  Qual jogo do Homem-Aranha tem o melhor balanço na web

Hipoteca também é conhecida como "empréstimo garantido por casa" ou "refinanciamento de propriedade". É um tipo de empréstimo em que o devedor coloca um imóvel como garantia para garantir o pagamento da dívida.